Há muitas maneiras de se fazer o peeling. O peeling químico, que, como o nome diz, promove essa descamação com substâncias químicas.

Como funciona
Após serem aplicados, os agentes químicos destroem as camadas superficiais da pele. Isso promove uma regeneração cutânea com uma melhor aparência. Essa técnica acelera a renovação da pele e pode ter diferentes níveis: superficial, médio e profundo.

Os peelings superficiais são realizados em etapas, pois a descamação é fina. Já os peelings médios e profundos são feitos com aplicações ínicas. A descamação é mais intensa e há a formação de crostas. O dermatologista avaliará cada caso para determinar a melhor opção de tratamento possível.

Algumas das substâncias usadas para o procedimento do peeling químico são:

Fenol: atinge intensamente a pele e é utilizado para a realização do peeling profundo há cerca de um século. É indicado somente para tratar peles muito claras e com muita incidência de rugas tendo um resultado ótimo e de longa duração.
Pede-se uma avaliação cardiológica antes da aplicação.

Ácido tricloroacético: substância que pode ser combinada com outros agentes para a realização de um peeling médio no combate de cicatrizes e rugas.

Ácido salicílico: utilizado na realização de um peeling superficial que combate manchas e rugas finas e auxilia o controle da acne.

Solução de Jessner e ácido glicólico: substâncias utilizadas na realização de peelings superficiais ou médios que combatem rugas finas, acne e manchas.

5-fuoruracil: substância combinada com a aplicação da solução de Jessner ou de ácido glicólico. É indicada para o tratamento de queratoses actínicas múltiplas ou campo de cancerização.

Ácido retinoico: substância mais comumente utilizada em forma de cremes de uso domiciliar. Para o peeling, a substância apresenta outra coloração e leva a resultados satisfatórios no tratamento da acne, melasma e envelhecimento da pele.

Regeneração da pele
Depois de um peeling químico superficial, a pele se regenera em torno de um a quatro dias. A regeneração nos peelings médios e profundos se inicia 24 horas após a aplicação dos produtos e continua por cerca de sete a quinze dias.

Contraindicações
Os peelings químicos não devem ser realizados se houver forte exposição ao sol, em caso de gravidez ou se houver alguma ferida aberta no local a ser tratado. Também não é recomendado o tratamento para pacientes que estejam sob forte estresse físico e mental ou que tenham o hábito de mexer na pele com frequência. A proteção solar adequada é fundamental para o sucesso do tratamento.